Que fim levou?

Historias de grandes alfaiates

Alfaiate Augusto Ulian

Augusto Ulian

Um alfaiate, que sem duvidas, mesmo após sua morte, permanece um sinônimo em excelência na arte de fazer ternos, paletós, coletes e camisas sob medida.

Falecido por um infarto durante o trabalho na Rua Augusta em 2017.

"A beleza do nosso trabalho está em esconder as imperfeições do homem"

Alfaiate Florisval de Paula

Florisval de Paula

Grande alfaiate profissional que trabalhou por muitos anos na rua augusta em São Paulo. Foi aluno e paletozeiro de Maurício Messias na alfaiataria italiana e contra mestre da alfaiataria Qadri Itaim.

Veio a falecer com diabetes. Hoje enterrado em Carapicuíba-sp

"Um grande profissional e um enorme ser humano."

Jacomo Macharelli

Jacomo Macharelli

Nascido em 07/12/1934. Hoje com 85 anos.


José Messias

O Alfaiate José Messias nasceu em Agesse, interior de SP. Na cidade de São Paulo já teve muitos alfaiates formado por ele como os Irmãos Braçal em Barueri, Pedro Brito na casa verde e Daniel em Iepe. Nos anos 70 veio pra São Paulo com a família mas nunca montou sua alfaiataria aqui.

Família grande pra cuidar: sua esposa e 8 filhos. Sendo que somente um seguiu seus passos como alfaiate: Mauricio Messias. Que hoje tem alfaiataria no centro de São Paulo e também, igualmente ao pai, forma bons alfaiates.

Faleceu em 1985 deixando de seus 8 filhos

Alfaiate Simão Bottesi

Pedro Bottesi

Nascido na cidade de Sorocaba em 25.02.1903. Exercia a mesma profissão de seu irmão de Simão Bottesi, alfaiate e nome de rua em Mogi mirim. A alfaiataria de Pedro Bottesi era na rua Dr. Braguinha . Quando faleceu era um profissional bem sucedido com uma fábrica de rádios amador. Seu prefixo era py2pk.

Faleceu 09.01. 1976. Informações passadas por sua filha Alice Bottesi de 92 anos.

Alfaiate Sandin

Sandin

O alfaiate Sandin de Macapá-AM, grande fazedor de fardas militares. Deixou a profissão de herança para o filho que hoje toca sua alfaiataria dando sequência em seu trabalho.

Alfaiate Maurício Messias e o alfaiate Sandin de Macapá-AM Ao lado dos coronéis na transição de cargo da mais alta cúpula da polícia militar do Amapá.

Meados de 2010

Severo

Alfaiate Severo teve alfaiataria na Alameda França por muitos anos. Um dos maiores alfaiates do Brasil.


Falecido em Agosto de 2019

Revolução dos Alfaiates

Movimento separatista popular, também conhecido como Conjuração Baiana ou Inconfidência Baiana, surgiu na Bahia, em 1798 com o objetivo de romper laços coloniais com portugal. Inspirando-se na revolução Francesa carregava o lema de “Liberdade, igualdade e fraternidade”, o que auxiliou para unir a elite ao povo e tornar o movimento possível.

Os alfaiates João de Deus e Manuel Faustino dos Santos e os soldados Lucas Dantas e Luís Gonzaga lideravam o movimento que teve início no dia 12 de agosto de 1798. A Revolta dos Alfaiates defendia a mudança política e possuía ideais republicanos. Queriam construir uma política representativa que promoveria o sistema educacional e a industrialização do país. No dia 25, Soldados como Lucas Dantas e Luiz Gonzaga e os alfaiates João de Deus e Manuel Faustino foram enforcados. Os que eram da elite, como Cipriano Barata, foram inocentados.

***Ainda em desenvolvimento***